Divórcio Consensual e Litigioso

Divórcio é a separação legal de um casamento, permitindo que ambos os cônjuges sigam caminhos separados. Existem duas formas principais de divórcio: consensual e litigioso. Ambas têm seus próprios procedimentos e consequências, e entender a diferença entre elas é crucial para quem está considerando passar por essa etapa.


Divórcio Consensual

Como o nome sugere, o divórcio consensual ocorre quando ambas as partes concordam em se divorciar e em todos os termos relacionados à dissolução. Isso inclui a divisão de bens, guarda dos filhos, pensão alimentícia e outros detalhes. 

Geralmente é mais rápido e menos custoso do que o divórcio litigioso.

Vantagens do Divórcio Consensual

A maior vantagem do divórcio consensual é que tende a ser menos desgastante emocionalmente para todos os envolvidos. 

Além disso, ao chegar a um acordo mútuo, as partes poupam tempo e dinheiro, evitando longas batalhas judiciais.

 

Divórcio Litigioso

No divórcio litigioso, as partes não conseguem chegar a um acordo sobre os termos do divórcio. Assim, o caso é levado a tribunal, e é um juiz quem determinará como os bens serão divididos, quem terá a guarda dos filhos, entre outras decisões, baseando-se em evidências e argumentos apresentados por ambas as partes.

Desvantagens do Divórcio Litigioso

O divórcio litigioso pode ser caro, demorado e emocionalmente exaustivo. As partes envolvidas muitas vezes sentem que sua vida está “em exposição”, já que questões privadas são discutidas em um ambiente público. Além disso, as decisões judiciais podem não satisfazer totalmente nenhuma das partes.

Tais desgastes podem ser minimizados com o auxílio da advocacia Leite, uma advocacia humanizada e que preza por um excelente atendimento. Deixando o cliente seguro e a par de todas as etapas do processo.

Impacto nos filhos

Em casos de divórcio, seja consensual ou litigioso, os filhos são frequentemente os mais afetados. No divórcio consensual, os pais têm maior controle sobre as decisões que afetam seus filhos, enquanto no litigioso, essa decisão muitas vezes é deixada nas mãos do juiz.

Questões Financeiras

Ambos os tipos de divórcio envolvem questões financeiras. No divórcio consensual, as partes decidem conjuntamente como dividir seus bens e decidir sobre questões como pensão alimentícia. No litigioso, o juiz faz essa determinação com base nas leis e evidências apresentadas.

Advogado mediador

Para evitar um divórcio litigioso, muitos casais optam pela mediação. Um mediador imparcial ajuda as partes a comunicar suas necessidades e preocupações, buscando um acordo mutuamente benéfico sem a necessidade de ir a tribunal.

 

Consensual ou Litigioso? 

Independentemente de ser consensual ou litigioso, o mais importante é que os envolvidos encontrem um caminho para seguir em frente.

Seja consensual ou litigioso, o divórcio é um processo complexo que afeta todos os envolvidos de várias maneiras. É essencial estar bem informado e considerar todas as opções antes de tomar uma decisão. 

A comunicação aberta e o suporte adequado, pode facilitar esse período desafiador, agende agora uma consulta com a advocacia Leite.

Pensão alimentícia é um assunto que normalmente gera muitas dúvidas, é verdade! Apesar disso, esse é um tema bem simples e fácil! Basta saber alguns pontos básicos e tomar algumas precauções! É isso que te mostraremos neste artigo, com uma linguagem simplificada.

E se após a leitura ainda tiver dúvidas, contrate uma consultoria com um advogado de família.

Se quiseres conhecer estratégias sobre revisão de pensão, para aumentar, diminuir ou cancelar a pensão, o curso tem uma linguagem muito simples e é indispensável para quem quer ficar por dentro das principais estratégias sobre o tema.